Banco Alimentar bateu recorde graças à recolha da fruta atirada a Moutinho

Mário Botequilha 3 de Dezembro de 2010

As 3250 toneladas recolhidas pelo Banco Alimentar bateram todos os recordes.

Um feito que só foi conseguido com a preciosa ajuda dos apanha-bolas do Estádio José de Alvalade e de Rui Oliveira e Costa, que recolheram todas as maçãs, romãs e salsichas de Frankfurt atiradas a João Moutinho, no jogo com o FC Porto. O Banco Alimentar pediu a José Eduardo Bettencourt para, antes do próximo jogo entre as duas equipas, chamar “bacalhau seco”, “azeiteiro” ou “arroz carolino” ao antigo capitão do Sporting. MB

Seja fã do Inimigo Público no Facebook

Tópicos

Últimas

Do arquivo