Aung San Suu Kyi abandona prisão domiciliária e dirige-se imediatamente ao IKEA para remodelar decoração da casa

Vítor Elias 18 de Novembro de 2010

A Nobel da Paz de 1991, Aung San Suu Kyi, foi finalmente libertada.

Suu Kyi correu ao IKEA mais próximo para comprar um sofá e papel de parede novos, porque, após 18 meses de prisão domiciliária, já não suportava a decoração da sua casa. Suu Kyi está satisfeita com a sua nova sala e espera aparecer proximamente na capa da “Caras”, enquanto Liu Xiaobo, que mofa em prisão domiciliária há quase dois anos, está mesmo, mas mesmo arrependido de ter comprado a mobília do escritório, onde passa a maior parte do dia, na Moviflor. VE

Seja fã do Inimigo Público no Facebook

Tópicos

Últimas

Do arquivo