Adeptos encarnados pedem entrada do FMI no Benfica

Vítor Elias 13 de Novembro de 2010

A hecatombe do Benfica no Estádio do Dragão foi tal que os adeptos encarnados não vêem outra solução que não seja a providencial entrada do FMI no clube para o salvar da perdição.

Os adeptos encarnados esperam que os senhores do FMI aterrem em pleno Estádio da Luz, montados na águia Vitória, obrigando Jorge Jesus a aceitar duras medidas de austeridade, como vender uma dúzia de jogadores, de maneira a jogar sempre com os mesmos e não ter Sidneis e Gáitans para sacar da cartola quando menos se espera. Tal como Teixeira dos Santos admitiu pedir a intervenção do FMI se os juros da dívida pública chegassem aos 7%, Luís Nazaré admite a entrada do FMI no clube quando o Benfica tiver 7% dos pontos do FC Porto no campeonato nacional, o que já esteve mais longe.

MEDIDAS DE AUSTERIDADE EXIGIDAS PELO FMI AO BENFICA

• Vender activos do Benfica que não estiveram ao seu melhor nível contra o FC Porto, como o Sidnei, o Gáitan e o árbitro Pedro Proença;

• Manter apenas um comentador afecto ao Benfica nos programas desportivo da TVI 24, em vez de serem todos, incluindo o moderador;

• Vender o Benfica TV ao senhor Nuno Cabral de Montalegre que ganhou o Euromilhões;

• Vender o jornal “A Bola” ao senhor Paulo Castro da Amareleja que acertou na Raspadinha;

• Rentabilizar o David Luiz em anúncios a shampoos desembaraçantes com manteiga de Karité;

OBJECTIVOS EXIGIDOS PELO FMI AO BENFICA

• Reduzir o défice de golos num único jogo para 4% dos golos sofridos no FCPorto-Benfica;

• Estabilizar o valor das acções da Benfica SAD, deixando o Jorge Jesus enfiar tantas pastilhas-elásticas na boca que nem consiga abri-la para explicar as suas tácticas aos jogadores;

• Aumentar as exportações, vendendo o treinador ao primeiro clube do meio da tabela do campeonato espanhol que o quiser;

• Ficar em segundo lugar na fase de grupos da Champions League, amealhar o prémio monetário e não comparecer nos dois jogos dos oitavos-de-final, de maneira a, conforme determinam os regulamentos, perdê-los apenas por 3-0;

• Substituir o Jorge Jesus pelo Rui Santos, o Medina Carreira do futebol. VE

Seja fã do Inimigo Público no Facebook

Tópicos

Últimas

Do arquivo