Jogador do Salamanca a quem foi descoberta grave falha cardíaca foi aconselhado a abandonar o futebol profissional e assina pelo Sporting esta semana

António Marques 30 de Outubro de 2010

O jogador Miguel García, desmaiou num jogo frente ao Bétis e foi salvo porque o clube da Segunda Liga espanhola tinha, além de 34 médicos, os que trabalham no Hospital Amadora-Sintra, 10 desfibrilhadores, tantos quantos há na Superliga, Liga de Honra, INEM e SNS. Apesar da vida não estar em risco, Miguel Garcia vai abandonar a alta competição.

O IP falou com ele: “Os médicos disseram-me para levar uma vida sem stress, pelo que ser Ministro das Finanças de Portugal está fora de questão! Posso jogar futebol a um nível amador, pelo que já assinei pelo Sporting, onde o ritmo de jogo é tão lento que até um doente cardíaco como eu pode jogar sem riscos! Já fiz o primeiro treino e no fim, as estatísticas disseram que corri o dobro do Maniche e do Postiga! Aliás, o Manoel de Oliveira também esteve no treino, para testar o novo pacemaker e acabou o jogo mais fresco que o Liedson!“. AM

Tópicos

Últimas

Do arquivo