Vieira muda de opinião e pede 2500 bilhetes para o Dragão

Inimigo Público 19 de Outubro de 2010

Por Samuel Abeillard

O presidente da equipa portuguesa que se orgulha de ter milhões espalhados por todo o mundo (sendo um orgulho duvidoso já que o vírus da Sida comete a mesma proeza), e para quem a palavra “honra” tem um significado tão estranho quanto um poster da Pamela Anderson numa sauna gay, requereu ao FC Porto 2500 bilhetes para o encontro entre as duas equipas a disputar a 7 de Novembro, no Estádio do Dragão.

Esta atitude contrasta com o anterior pedido de Luís Nazaré de boicote aos jogos do Benfica fora da Luz, reiterado pelo seu Presidente já por várias vezes em público e em cartas aos sócios. O presidente da assembleia geral, apanhado de surpresa por esta mudança de atitude de Filipe Vieira, pediu ajuda a um professor da Faculdade de Medicina da Universidade de Lisboa, especialista em Doenças Profissionais, tendo este explicado que “lidar constantemente com os solventes e as borrachas das fábricas de pneus, pode fazer muito mal à saúde, podendo originar dupla personalidade, mudanças frequentes de opinião, crescimento de bigodes fora de moda e aumento dos pavilhões auriculares.” Tentamos obter reacções dos adeptos azuis e brancos, à porta do bar de diversão nocturna Pérola Negra, onde um adepto nos referiu que “esses ****** da **** que se ***** e que vão todos para o *******!” explicou o adepto portista enquanto entrava num táxi com uma ucraniana de 1,90 m.

Tópicos

Últimas

Do arquivo