Villas-Boas reconhece que não houve penalti

Inimigo Público 6 de Outubro de 2010

Por Samuel Abeillard

O treinador do FC Porto, André Villas-Boas reconheceu hoje, numa declaração publicada no sítio do clube, que não existiu qualquer grande penalidade favorável aos «dragões» em Guimarães, na sétima jornada da Liga de futebol.

«Na sequência de uma série de imagens proporcionadas hoje pela TVI e pelo Canal Novostia de Moscovo, sobre o lance na grande área do Guimarães, e que originou a minha expulsão, confirma-se que não há realmente caso para grande penalidade. Mas podia ter havido! E se o jogador do Guimarães tivesse, por exemplo, jogado a bola com a mão ou derrubado um dos meus jogadores na área? Qual seria a atitude do Sr. Xistra? Por isso é que queremos ouvir o que tem para dizer o Sr. Vítor Pereira.» Na sequência destas declarações no sítio do Futebol Clube do Porto, podemos ler que Villas-Boas reconhece ainda que, «ao contrário do que afirma Ahmanidejad, o Holocausto existiu mesmo e que, se calhar, a filha do Nené, a Filipa Gonçalves, não deve ser bem uma gaja…” concluiu.

Tópicos

Últimas

Do arquivo