Assinado protocolo entre o Centro de Investigação para o Desconhecido da Fundação Champalimaud, a Casa dos Segredos e a Selecção Nacional

Mário Botequilha 6 de Outubro de 2010

O Centro de Investigação para o Desconhecido, da Fundação Champalimaud, a Casa dos Segredos, da Fundação Júlia Pinheiro, e a Selecção Nacional de futebol, da Fundação Gilberto Madaíl, assinaram hoje um protocolo de cooperação para a troca de coisas desconhecidas, segredos e fenómenos paranormais.

Segundo os promotores da iniciativa, trata-se da aliança perfeita entre ciência, voyeurismo e oculto. Graças às fundações Champalimaud, Júlia Pinheiro e Madaíl, a partir de agora, será possível aplicar o saber da neurocirurgia às cobaias da Venda do Pinheiro e descobrir uma vacina ou um emplastro ou um spray nasal que consiga dominar o poltergeist que tomou conta da Federação de há largos anos para cá. Do estágio da Selecção Nacional é tudo. A emissão contigo, Ana Lourenço. MB

Tópicos

Últimas

Do arquivo