Depois do dedo médio, a vagina

Inimigo Público 1 de Outubro de 2010

Por Mariposa Maravilhosa

Sempre na vanguarda da arte de protesto, o escultor italiano Maurizio Cattelan, cujas obras polémicas incluem a muito noticiada estátua de uma mão decepada com o dedo do meio esticado, revelou que prepara para o ano de 2011 nova obra dedicada ao Caveleiro do Viagra que Nunca Esgota, o primeiro-ministro Silvio Berlusconi.

Cattelan prepara uma obra monumental, inspirada na azulejaria portuguesa, que consiste em azulejos de relevo de grandes dimensões, cada um deles com a efígie do primeiro-ministro-empresário-stand-up-comediant italiano bem no centro de uma vagina. “Cada azzulejjo representa tutti le donne qui an passato per il letto de questo figlio di un canne”, confessou o artista em exclusivo ao Inimigo Público. Cattelan escusou-se a dizer quantos azulejos serão fabricados, pois que não se sabe o número exacto de mulheres que privaram e folgaram (de graça ou com contrapartidas) com o inefável Cavalgador de Gajas, mas revelou que teve duas senhoras a oferecerem-se para o desenho da genitália feminina. Uma delas, que entretanto negou embaraçada o facto, é a ex-mulher de Berlusconi, que acrescentou “sei in ritardo per la mia sessione di botox, lascare mi in pace!”, a outra é a prostituta que despoletou o escândalo envolvendo Il Cavaliere e outros membros de membros do Governo italiano. O Inimigo Público sabe, entretanto, que terá havido encomendas de cópias da escultura L.O.V.E feitas por cidadãos portugueses. O escultor confirmou o facto mas escusou-se a dizer nomes, alegando o direito à privacidade invocado pelos potenciais clientes.

Tópicos

Últimas

Do arquivo