Jesus descontente com a contratação de Paulo Bento para seleccionador nacional

Inimigo Público 22 de Setembro de 2010

Por Tiago Gil

“Deus” Maradona era a sua escolha. Depois de personalidades e entidades responsáveis pelo futebol português, tais como, o Sindicatos dos Jogadores Profissionais, Mourinho, a Fruta e o Café com Leite, terem dado o seu parecer favorável à escolha de Paulo Bento para seleccionador nacional, Jorge Jesus afirmou no jornal não oficial do Benfica, vulgarmente conhecido como A Bola, que preferia ter Maradona como seleccionador nacional, isto porque teria um amigo para partilhar a angustia que é ver o seu apelido em trocadilhos com referências católicas.

“Toda a gente sabe que Maradona é conhecido por ser a “Mão de Deus”, já imaginaram os trocadilhos que os jornais desportivos portugueses fariam se ele treina-se Portugal?”. A ERC veio a público dar parecer negativo sobre a contratação de Paulo Bento, isto porque, nas palavras dos próprios, se Maradona viesse, muitos jornais com os seguintes trocadilhos, seriam vendidos. “Portugal teve mão de Deus na qualificação para o Europeu!” “A presença de Deus na Luz iluminou o caminho que os jogadores do Benfica têm de fazer para estarem na selecção nacional” “Deus e Jesus não se entendem!” “Deus tira o pão da boca de Jesus!” “A presença de Deus no estádio da Luz, transformou César Peixoto em Di Maria!”

Tópicos

Últimas

Do arquivo