Caniches que nasceram em corpo de boxer ou dálmata também querem operação para mudar de raça

João Henrique 13 de Setembro de 2010

O Governo aprovou uma proposta de lei que regula o procedimento de mudança de sexo e de nome próprio, simplificando o processo e transferindo para o registo civil a competência da decisão.

As associações Cani-ILGA e Canídeos Rosa pretendem uma mudança do quadro legal para permitir mudanças das raças caninas nos registos. “Eu nasci com o corpo errado. O meu corpo é robusto e musculado só que a minha personalidade é de caniche pois sou extremamente irritante, tenho um ladrar ridículo, uma voz fininha e sou demasiado piegas. Há anos que aguardo por uma autorização para reduzir a altura das patas para metade, meter a cabeça mais comprida e mais estreita, orelhas mais longas e arredondadas na ponta, pintar o pêlo de branco e fazer uma permanente estilo afro”, afirmou um cão da raça boxer. De destacar que o Inimigo Público também já recebeu testemunhos de elefantes que querem mudar para porquinhos-da-índia, algas unicelulares que nasceram guaxinis e torradeiras que querem sair do armário para se assumirem como Bimbys. JH

Tópicos

Últimas

Do arquivo