Incendiários sonham ter um filho, escrever um livro e plantar uma árvore para depois incendiá-la

João Henrique 12 de Setembro de 2010

Apesar de mais de metade ter problemas psiquiátricos, de alcoolismo e atrasos mentais significativos, os incendiários não deixam de ter os mesmos sonhos que o resto das pessoas. E não têm sequer nenhum impedimento que refreie a sua vontade de tentar concretizá-los, até porque só 1% dos incendiários chega a tribunal. “Só terei uma vida completa quando eu e o meu filho pegarmos fogo à árvore que eu plantei. E depois quero escrever um livro a contar essa história. E quero estar vivo para ajudar o meu filho a incendiar a árvore que plantou na companhia do meu neto”, desejou um incendiário. JH

Tópicos

Últimas

Do arquivo