Gilberto Madaíl vai tentar ser a Gertrudes Nunes do futebol nacional

Vítor Elias 7 de Setembro de 2010

Caso a Selecção Nacional perca hoje na Noruega, Gilberto Madaíl ver-se-á praticamente obrigado a demitir Carlos Queiroz, uma aposta pessoal do presidente da FPF, pelo que a sua própria demissão seria uma consequência lógica.

Mas o IP sabe que isso não acontecerá, pois Madaíl está apostado em provar que, embora toda a orgia de disparates que envolvem Carlos Queiroz se passe na sua casa, a Federação Portuguesa de Futebol, ele não tem conhecimento de nada e nem sequer sabe quem a usa quando está fora, pois, conforme nos explicou, deixa “sempre a chave debaixo da carpete”. Certo é que, como avançam os jornais espanhóis, Carlos Queiroz vai mesmo ser demitido e substituído pelo Luiz Aragonés, campeão europeu em 2008. Assim, o famoso “tiki-taka” do treinador espanhol (em que todos os jogadores trocam continuamente a bola) substituirá finalmente o não menos famigerado “chichi-caca” de Carlos Queiroz (em que todos os jogadores fazem continuamente borrada). VE

Tópicos

Últimas

Do arquivo