Roberto não estava a tentar defender a bola na grande penalidade do Vitória de Setúbal

Vítor Elias 3 de Setembro de 2010

Roberto passou de besta a bestial junto dos benfiquistas quando, entrando para o lugar de Júlio César, entretanto expulso por ter causado uma grande penalidade, defendeu o remate do jogador do Vitória de Setúbal.

Porém, ao que o IP apurou, o guarda-redes espanhol não pretendia defender a grande penalidade. “Todos sabem que eu sou péssimo a sair da baliza, sem qualquer noção de timing, mas que isso nunca me impediu de o fazer. E foi precisamente isso que tentei fazer na grande penalidade. Pensei que a melhor maneira de defender o remate era sair da baliza, para desestablizar o adversário. E foi isso que fiz, o melhor que pude. Mas o meu melhor não foi suficiente, mais uma vez, e acabei, em vez de sair para a frente, por cair para o lado, por acaso na direcção da bola, tendo-a defendido sem querer”, explicou Roberto ao IP. “agora só tenho que apurar esta técnica. Por exemplo, na próxima vez que tiver que sair da baliza vou tentar fazer o pino. Pode ser que, sem querer, a coisa acabe por resultar”. VE

Tópicos

Últimas

Do arquivo