Jovens portugueses querem ser sem-abrigo para depois irem para o Manchester United ou Real Madrid

António Marques 20 de Agosto de 2010

Antigamente, os meninos queriam ser astronautas e as meninas médicas, agora os rapazes querem ser futebolistas e as raparigas mulheres de futebolistas.

Mas os jovens perceberam que chegar a CR7 dá muito trabalho, pelo que a moda é tornar-se sem-abrigo, como Bebé, que foi para o Manchester por 9 milhões de euros. O IP falou com Carlos, de 15 anos: “Saí da Academia do Sporting e coloquei-me nas escadas do Teatro Dona Maria II, a forma mais rápida de jogar no Real Madrid! Há um mês que estou a comer restos do lixo e a beber vinho barato de pacote, deve ser questão de tempo até aparecer o Florentino Perez !”. O repórter falou com Ana, ex-Moranguita e modelo: “Sou namorada de um chunga sem-abrigo que dorme em Santa Apolónia e dei um chuto ao meu namorado actor de novelas! O cheiro é o pior, mas vai compensar quando daqui a uns meses estiver num iate em Monte Carlo!”. A.M

Tópicos

Últimas

Do arquivo