Nova placa de memória pode armazenar os nomes de todos os jogadores do Benfica desde Artur Jorge

António Marques 16 de Julho de 2010

Os técnicos informáticos da Intel estão a desenvolver uma nova placa de memória electrónica, que será usada nos computadores militares dos EUA e que tem tantos gigabytes que, para os calcular seria preciso, como nas declarações de amor dos anos 80, multiplicar todas as estrelas do céu pelos grãos de areia de todas as praias, acrescentando ainda todos os euros da conta bancária de António Lobo Xavier.

A nova placa de memória tem capacidade para armazenar o nome de todos os jogadores que passaram pelo Benfica desde a chegada de Artur Jorge, todos os péssimos grupos que João Gil já fundou depois de sair dos Trovante e todas as vezes que Mário Crespo já entrevistou Joe Berardo no Jornal das Nove. A Intel está actualmente a trabalhar no protótipo de uma placa de memória para o futuro, ainda com mais gigabytes e que será capaz de armazenar o nome de todos os namorados de Elsa Raposo.

Tópicos

Últimas

Do arquivo