Cavaco está a passear com os netos e não pode ir ao funeral do “chip” mas já enviou condolências

João Henrique 2 de Julho de 2010

O Dispositivo Electrónico de Matrícula, o “chip”, faleceu hoje, depois de uma vida curta mas bastante vivida. O “chip” encontrava-se doente em estado «estacionário», mas a situação agravou-se depois do acordo de hoje entre o governo e PSD. O funeral do “chip” decorreu hoje à tarde com a presença do chefe da Casa Civil e do chefe da Casa Militar de Cavaco e de milhares de Agentes da Payshop que criticaram ferozmente a ausência de Cavaco Silva. Directamente da Kidzania, o Presidente da República emitiu uma nota oficial de homenagem ao “chip”, enviou uma coroa de flores e promulgou o decreto de declaração de dois dias de luto nacional. Os restos mortais do “chip” já repousam junto a um pórtico de uma SCUT da Mota-Engil e serão posteriormente trasladados para o Panteão de Recuos dos Governos do PS, ficando sepultado entre a lei das férias judiciais e o aeroporto da Ota. JH

Tópicos

Últimas

Do arquivo