Carlos Queiroz assumiu “estranheza” por nomeação de Ronaldo como o melhor em campo

Inimigo Público 30 de Junho de 2010

Por António Miranda

Carlos Queiroz assumiu “estranheza” por nova nomeação de um árbitro sul-americano para um jogo da selecção portuguesa.

“Em quatro jogos tivemos quatro nomeações sul-americanas. A juntar a isto, os quatro jogos foram todos agendados para estádios sul-africanos, os apitos dos árbitros e as vuvuzelas presentes nos jogos portugueses são todos «made in china» e o Cristiano foi eleito sempre o melhor jogador em campo graças a uma esmagadora maioria de votos provenientes de países do leste europeu. Para não falar nos adeptos pseudo-portugueses que vêm a todos os treinos da selecção que quase só falam inglês e conseguem expressar-se pior em português que o Duda e o Danny. Isto é quase tudo tão estranho como a cor de cabelo do Gilberto Madaíl.” Quem demonstrou desagrado face às declarações do seleccionador português foi Francisco Louçã. “Achei os comentários do Carlos Queiroz profundamente xenófobos e elitistas. Vocês querem ver que sul-americanos servem para jogar na selecção portuguesa mas não servem para arbitrar os nossos jogos?!” – proferiu o deputado bloquista à margem do copo de água do casamento de um casal gay de pinguins que se realizou no jardim zoológico.

Tópicos

Últimas

Do arquivo