Queiroz diz que Costa do Marfim colocou maximbombo à frente da baliza

João Henrique 24 de Junho de 2010

Carlos Queiroz considera que a selecção de Portugal fez a melhor exibição dos últimos 200 anos e que o empate com a Costa do Marfim foi muito injusto e vergonhoso.

O seleccionador acusa a equipa africana de violar os regulamentos da FIFA que proíbem que as equipas utilizem jogadores que usem protecções especiais no braço e que punem com derrota todas as equipas que tentem deliberadamente efectuar uma marcação ao adversário, recuar em bloco, compensar defensivamente, fechar linhas de passe e fazer a antecipação e intercepção da bola. “A FIFA fecha os olhos porque é um jogo de Portugal. Um jogador da nossa equipa tem a posse de bola, o adversário rouba-lhe a bola e não acontece nada? Mas agora vale tudo, é? Em condições normais, o remate do Ronaldo é golo. Desde quando é que as balizas têm aquelas barras brancas de ferro esquisitas? As vuvuzelas também prejudicaram-nos muito. Não é por acaso que este foi o primeiro jogo do Mundial que teve a presença de vuvuzelas dentro do estádio”, praguejou Queiroz. JH

Tópicos

Últimas

Do arquivo