União Europeia corta fundos para a região de Setúbal porque se uma região consegue produzir um Mourinho não pode ser considerada uma região carenciada e periférica

João Henrique 24 de Junho de 2010

A vitória de José Mourinho na Liga dos Campeões e o consequente sucesso mediático que está a obter com a sua mudança para o Real Madrid poderá ditar a perda de centenas de milhões de euros em apoios da União Europeia para a sua cidade natal. A União Europeia deixou de classificar Setúbal como região carenciada e periférica e vai transferir os fundos para as cidades natais dos jogadores germânicos mais duros de rins. O Fundo para a Convergência Estrutural do Mercosul decidiu deixar de financiar a cidade de Bernal, cidade argentina, pela mesma razão de Mourinho. “Uma cidade que consegue produzir um Milito não tem carências. Vamos desviar esse dinheiro para as cidades onde nasceram o Belluschi e o Fucile do FC Porto”, afirmou um comissário do Mercosul. JH

Tópicos

Últimas

Do arquivo