Jorge Jesus exigiu 12 jornalistas brasileiros e 7 argentinos para dirigir o PÚBLICO

Mário Botequilha 5 de Março de 2010

As comemorações dos 20 anos do PÚBLICO prolongam-se até domingo, o dia em que Jorge Jesus irá ser director por um dia. Mister Jesus negociou condições duras para aceitar a direcção do jornal, nomeadamente ao nível da contratação de uma dúzia de jornalistas brasileiros, sete argentinos, um paraguaio latagão para a secção de política e um crítico de teatro espanhol para o Ipsilon.

Mister Jesus, como é hábito nos clubes, também vai ter espiões de adversários para ir aos quiosques espreitar o que a concorrência anda a publicar. Mantorras vai entrar 10 minutos antes do fecho para colocar a redacção em euforia. MB

Tópicos

Últimas

Do arquivo