José Sócrates quer ‘ministro’ Costinha no Governo

Vítor Elias 1 de Março de 2010

A chegada de Costinha, “o ministro”, à direcção desportiva do Sporting coincidiu com a ressurreição do clube, algo que não passou despercebido a José Sócrates, que pretende chamá-lo a ocupar o lugar do exausto Teixeira dos Santos.

À semelhança das goleadas do Sporting ao Everton e ao FC Porto por 3-0, José Sócrates pretende que Costinha provoque cabazadas do Governo no estrangeiro, à União Europeia, e em Portugal, ao PSD, “Sol” e “Público”. “Se com o ‘ministro’ o Sporting só dá chapa-três, como ele nas Finanças poderemos ter o mesmo resultado no défice, deixando-o no 3%”, explicou o primeiro-ministro ao IP. De referir que, nesse cenário, Carlos Carvalhal seria secretário de Estado das Finanças e José Eduardo Bettencourt seria governador do Banco de Portugal. VE

Tópicos

Últimas

Do arquivo