Vítor Constâncio pensava que iria trabalhar com a Bruxelas

Vítor Elias 15 de Fevereiro de 2010

O sempre distraído Vítor Constâncio, que deverá hoje ser eleito em Bruxelas vice-presidente do Banco Central Europeu, ficou consternado quando descobriu que vai ter de viver numa cidade chamada Bruxelas.

“Sempre ouvi dizer que ‘Bruxelas manda isto’, ‘Bruxelas impõem aquilo’, parti do pressuposto que Bruxelas era uma pessoa. Pensei que deveria trabalhar com ela, como aquela rapariga loura que ajuda o Goucha no programa”, explicou o ainda governador do Banco de Portugal. “É viver e aprender”, concluiu.

Tópicos

Últimas

Do arquivo