Declaração de rendimentos vai estar acessível em Braille

Vítor Elias 18 de Janeiro de 2010

Depois da Associação dos Cegos e Amblíopes de Portugal (ACAPO) se ter queixado publicamente que “ ainda muita informação oficial e importante não é acessível aos cegos”, Teixeira dos Santos apressou-se a colmatar essa inaceitável falta e fez saber, em declarações ao IP, que a declaração de rendimentos de 2009 terá uma versão em Braille, para que “todos os cegos e antílopes possam pagar os seus impostos”, anunciando ainda que os parquímetros e as portagens das auto-estradas e das SCUT também terão indicações em Braille.

O ministro das Finanças assegurou ainda que a medida não vai aumentar a despesa pública, pois será ele próprio a adaptar milhares de formulários do IRS à linguagem Braille, espetando repetidas vezes um garfo em cada um deles. De referir que Isabel Alçada e Gabriela Canavilhas anunciaram também ao nosso jornal que Portugal integrará um novo Acordo Ortográfico do Braille que o harmonize com os diferentes dialectos da linguagem gestual usada pelos cegos lusófonos que são manetas.

Tópicos

Últimas

Do arquivo