Selecção nacional de matraquilhos naturaliza três trolhas brasileiros

Vítor Elias 8 de Janeiro de 2010

Portugal está a participar no Mundial de Matraquilhos que se realiza em Nantes, na França, após uma fase de qualificação atribulada, na qual não conseguiu sequer vencer a selecção de matraquilhos albanesa em casa.

Porém, Portugal está confiante numa boa prestação, em parte devido aos três trolhas brasileiros – Edinho, Leandro e Gustavo – nacionalizados à pressa em Setembro, para consternação de João Paulo, grande especialista em matraquilhos, considerado “o Rui Santos do Bairro Alto”. Porém, muitas vozes defenderam a escolha da Federação Nacional de Futebol de Mesa, lembrando que Edinho, Leandro e Gustavo estão há mais de quatro anos em Portugal e são produto da formação das tascas da Caparica. De referir que Portugal não participava num mundial de matraquilhos desde o Saltillo 86, quando os jogadores fizeram greve, amotinaram-se e abandonaram o treinador numa ilha deserta.

Tópicos

Últimas

Do arquivo