Quercus estima que ano de 2009 vai demorar 200 anos a decompor-se na natureza

Mário Botequilha 20 de Dezembro de 2009

O ano de 2009 foi muito mau, avisa a Quercus. Por causa do caos na justiça, do descrédito das instituições políticas, da belenensização do Sporting e da bancarrota na economia, 2009 deverá levar para cima de dois séculos a desaparecer na natureza, mais do que uma lata de salsichas de Frankfurt, mas ainda assim menos do que um saco de plástico.

A Quercus rejeita a co-incineração de 2009 e estará vigilante para que o ano não seja exportado para um país do Terceiro Mundo e atirado para uma lixeira de resíduos nucleares, produtos bancários do BPN e BPP e programas das manhãs e tardes das televisões generalistas.

Tópicos

Últimas

Do arquivo