Benfiquistas consideram que as instituições funcionam perfeitamente em Portugal

Vítor Elias 7 de Dezembro de 2009

A insistência de vários comentadores políticos sobre a necessidade de Cavaco Silva se pronunciar sobre a crescente animosidade entre Governo e Oposição não colhe junto da população.

Os portugueses não percebem porque é que o normal funcionamento das instituições haveria de estar em causa quando o Benfica acaba de conseguir mais uma goleada e a única instituição cujo normal funcionamento lhes interessa é o “Glorioso”. Para mais, a relação entre o Benfica e o Comité de Arbitragem da FPF continua mais sólida que a coligação António Guterres/Daniel Campelo e, portanto, os portugueses consideram que Cavaco Silva apenas deve tomar medidas caso o FC Porto vença o Benfica daqui a quinze dias, devendo, nesse caso, dissolver a SAD do FC Porto.

Tópicos

Últimas

Do arquivo