Carlos Queiroz quer convocar os avançados da Hungria

Vítor Elias 8 de Setembro de 2009

Quando se aproxima o decisivo Hungria-Portugal, Carlos Queiroz já percebeu que apenas com a chamada de Liedson não se resolvem os problemas da Selecção Nacional, pelo que terá pedido a naturalização dos dois avançados húngaros, Rudolf Gergely e Torghelle Sándor, impedindo assim o adversário de marcar golos e vencer Portugal.

Mas como os portugueses não sabem marcar golos e o empate não chega à equipa das Quinas, Carlos Queiroz deseja ainda naturalizar o guarda-redes húngaro, Fülöp Márton, na esperança que, sem ninguém na baliza, o Simão Sabrosa consiga finalmente marcar um golo. Gilberto Madaíl lembrou-se ainda de naturalizar os 68 976 espectadores que estarão presentes no Estádio Ferenc Puskás, para que animem o Cristiano Ronaldo a marcar o primeiro golo pela Selecção Nacional em jogos oficiais desde que abandonou a Merche Romero.

Tópicos

Últimas

Do arquivo