“Eu também estive preso 150 anos na PJ”

Mário Botequilha 29 de Junho de 2009

Bernard Madoff foi condenado a 150 anos de prisão por ter cometido a maior fraude financeira da história. A partir de Londres, via videoconferência, João Vale e Azevedo disse ao IP que estava solidário com o colega: “Enviei-lhe uma SMS com o número de telefone do advogado Barreiros, o CR7 da Boa-Hora.”

“Também disse ao Bébé (eu chamo-lhe Bébé e ele chama-me Avelino, na galhofa), que já estive preso 150 anos na zona prisional da PJ (pelo menos pareceu-me) e foi uma coisa medonha. Aquilo é uma escola do crime: ficamos craques na sueca e aprendemos a fazer uma faca de uma escova de dentes e um fundo de retorno absoluto com um boletim do Totobola.”

Tópicos

Últimas

Do arquivo