Entrevista do Expresso a Pinto Monteiro foi gravada com os microfones do tempo de Souto Moura

Inimigo Público 20 de Junho de 2009

Os jornalistas do Expresso que entrevistaram Pinto Monteiro na semana passada não precisaram de levar gravadores. Bastaram as centenas de microfones e escutas telefónicas que existem na Procuradoria-Geral da República desde o tempo de Souto Moura e que fazem do gabinete do procurador o melhor estúdio de gravação em Portugal. Tony Carreira até já teve autorização para produzir lá o próximo álbum. Está só à espera que cheguem à FNAC os discos de dois cantores sul-americanos de gosta muito para escolher as músicas que vai gravar.

Tópicos

Últimas

Do arquivo