Manoel de Oliveira recebe Globo de Ouro para realizador com mais futuro

António Marques 21 de Maio de 2009

No passado Domingo realizou-se mais uma edição dos Globos de Ouro da SIC, espectáculo onde a apresentadora Bárbara Guimarães mudou mais vezes de vestido do que o Benfica de treinador e que contou com a presença das estrelas da nossa praça, que na gala dos Óscars de Hollywood não conseguiriam sequer convite para arrumar os carros.

Este ano, Manoel de Oliveira recebeu o Globo para Realizador com mais Futuro, pois espera-se que faça mais 345 obras nos próximos 150 anos. O galardão foi antecedido por um pequeno filme sobre a sua vida, que começou com imagens de um pequeno Manoel e um T-Rex a fugir de um meteoro. O cineasta, que ostenta os títulos de Mais antigo realizador do mundo em actividade e Mais chato realizador do mundo em actividade, dedicou o galardão aos seus actores , convidando Luis Miguel Cintra e Diogo Dória a subir ao palco, o que foi impossível, pois depois de fazerem 56 filmes com o mestre perderam totalmente as capacidades de locomoção e fala.



Tópicos

Últimas

Do arquivo