Governo português vai dar bolsas de estudo a santos portugueses para não irem para Espanha

João Henrique 22 de Abril de 2009

O Estado já começou a conceder apoios sociais directos para evitar a fuga de potenciais santos para Espanha. Esta prestação pecuniária exige rigorosos critérios de candidatura e selecção.

O bolseiro terá de demonstrar potencial e qualidades inatas ao nível da técnica da imposição das mãos, essencial para a bênção e a cura, e um nível acima da média de mediunidade, faculdade que permite sentir a influência do mundo sobrenatural. “Queremos ajudar as pessoas a concretizar a sua santidade. Será também feita uma avaliação dos resultados. Quem não conseguir fazer milagres em três anos terá de devolver o dinheiro”, afirmou Sócrates

Tópicos

Últimas

Do arquivo