Indústria marroquina do cabedal desiludida com saída de Fernanda Câncio da TVI 24

Vítor Elias 21 de Abril de 2009

A indústria marroquina de casacos de cabedal manhoso que patrocinava e vestia Fernanda Câncio está consternada com a saída da jornalista do “A Torto e a Direito” da TVI 24, por não se sentir confortável com o rumo do programa.

“Não percebemos porque razão não estava satisfeita com o rumo do programa. Praticamente só ela é que falava”, explicou ao IP um industrial marroquino. O lobby do cabedal marroquino patrocinará agora João Pereira Coutinho, que passará a usar uma carteira de cabedal com capacidade para mais de quarenta cartões Multibanco e espaço plastificado para colocar o Passe Social.

Tópicos

Últimas

Do arquivo