Corruptos que entregarem declarações dos subornos pela internet recebem reembolso do IRS mais cedo

Vítor Elias 14 de Abril de 2009

A DGCI quer que Ana Salgado preste contas sobre os 5000 euros por mês que terá alegadamente recebido de Pinto da Costa durante um ano e meio, pois não terá pago os cerca de 90 mil euros de impostos devidos pelas referidas verbas.

Segundo a DGCI, todos os corruptos, traficantes de droga e demais criminosos devem entregar na repartição de Finanças mais próximas os impostos decorrentes das suas receitas, sendo que a corrupção está taxada com 20% de IVA enquanto o tráfico de droga, por ser considerada um bem de primeira necessidade para os toxicodependentes, está taxada com 5% de IVA. Os trafulhas que entreguem a declaração dos seus rendimentos ilícitos pela internet receberão o reembolso, em notas colocadas dentro de envelopes, num prazo máximo de um mês, recebendo um SMS nos seus múltiplos telemóveis roubados a avisá-los da data do pagamento.

Tópicos

Últimas

Do arquivo