Sócrates ataca imprensa satírica com tartes de creme na cara

Mário Botequilha 7 de Abril de 2009

O primeiro-ministro José Sócrates esteve ontem e hoje a receber formação intensiva do conhecido artista Batatinha, no âmbito do programa Novas Oportunidades, e já domina sofrivelmente a arte apalhaçada de atirar tartes de creme, esguichar água de flores de plástico na lapela e fazer caniches com balões de ar.

Ou seja, Sócrates tem, neste momento, um know-how básico de ataque à imprensa satírica como o INIMIGO PÚBLICO, o “Sol” ou o Jornal Nacional da TVI de sexta-feira.

Desde que o PM desatou a processar jornais e comentadores a torto e a direito que se aguardava com certa expectativa que o jornalismo da chalaça também fosse bater com os costados à Boa Hora e ao EPL. Mas, afinal, Sócrates decidiu-se pela chamada Técnica de Malhação Santos Silva: fazer umas fantochadas, pôr o país a gargalhar e sair às cavalitas do palhaço pobre (José Lello) a imitar ruídos de traques com a mão no sovaco.

Tópicos

Últimas

Do arquivo