Renato Seabra pediu envio de Hércules C-130 para o resgatar de Nova Iorque

Por Mário Botequilha

Renato Seabra compareceu ontem perante o Grande Júri, uma espécie de júri do “Portugal tem talento” mas em inglês, e declarou que quem matou Carlos Castro foi não sei quem. Cercado por muitas manchetes e reportagens desfavoráveis, que estão em permanência na rua a exigir o seu linchamento, Renato contactou o governo português e solicitou o envio de um C-130 Cantanhede/Nova Iorque/Cantanhede e a junção do seu processo ao do Face Oculta ou ao do BPN a ver se se safa e ainda acaba com um emprego na REFER ou na EPAL. MB

SIGA-NOS



SIGA-NOS NO FACEBOOK

Sexta-feira acompanhe a versão impressa do Inimigo Público com o jornal Público.


(0) Comentários
Comentar

20.9.2013