Teixeira cita Churchill para justificar aumento dos impostos e Estaline para explicar como vai implementá-lo

Por Mário Botequilha

Teixeira dos Santos andou a navegar pela Wikiquotes, aprendeu umas coisas e, para impressionar o senhor da OCDE que veio cá almoçar à borla, citou Winston Churchill, vencedor da II Guerra Mundial e principal acessório decorativo na casa de Paulo Portas, para declarar de forma retorcida que ia aumentar o IVA e tirar o papel higiénico às repartições. Não satisfeito, e ainda a salivar, o ministro citou Estaline e Vlad, o Empalador, para explicar como pretende implementar o assalto fiscal, a inquisição como novo arquétipo de relacionamento entre a administração fiscal e o contribuinte e Ana Malhoa como figura inspiradora em casa, no trabalho e no iPod (“Nada me pára e eu tenho o destino / A força e raça do sangue latino”). MB



SIGA-NOS NO FACEBOOK

Sexta-feira acompanhe a versão impressa do Inimigo Público com o jornal Público.


(0) Comentários
Comentar

20.9.2013