Bispo de Leiria-Fátima explica que a tolerância de ponto também serve para os ateus irem à tomada de posse de Macron

Mário Botequilha 9 de Maio de 2017

O bispo de Leiria-Fátima disse hoje aos nossos colegas da TSF que a tolerância de ponto decretada pelo governo, no dia 12, não era necessária. “Pelo que me explicaram, a tolerância serve mais para os funcionários públicos ateus apanharem a carreira para Paris e irem à tomada de posse do novo presidente francês, que é no domingo”, explicou António Marto.

Tópicos

Últimas

Do arquivo