Governo deixa cair hotel e prefere fazer um museu do menor défice da democracia na Fortaleza de Peniche

Mário Botequilha 18 de Abril de 2017

A Fortaleza de Peniche, que serviu de prisão à ditadura do Estado Novo, afinal não será um hotel. O ministro da cultura ainda tentou fazer vingar as ideias da pensão com águas correntes e do parque aquático mas os parceiros parlamentares da geringonça não autorizaram. “Será ali feito o Museu dos 2%. O museu do défice mais baixo da democracia terá um busto do ministro Centeno à entrada, feito pelo mesmo artista que fez o do Ronaldo, uma cafetaria e uma loja de merchandising com t-shirts e canecas a dizer ‘2%’ e ‘Centeno é o meu senhor e nada me faltará’”, explicou o governante.

Tópicos

Últimas

Do arquivo