Agressividade verbal entre EUA e Coreia do Norte atingiu o perigosíssimo “Nível claque portuguesa de futebol”

Mário Botequilha 17 de Abril de 2017

Donald Trump aguarda um pretexto para fazer a folha ao colega Kim Kong-Un porque sim. O INIMIGO sabe que o Pentágono subiu o nível de alerta na península coreana para “Claque portuguesa de futebol”. “Neste momento, Washington e Pyongyang estão a trocar cânticos de refinado bom gosto, em linha com os das claques do Porto e Benfica, envolvendo a Chapecoense ou o adepto do Sporting assassinado na final da taça. Está bonito, está”, considera o treinador de crossfit e geoestratégia do IP, Nuno Rogeiro.

Tópicos

Últimas

Do arquivo