Governo quer saber se baratas mostradas em vídeo da ASAE são vendidas com IVA de 13% e se a urina de rato é vendida com IVA de 23%

Vítor Elias 18 de Fevereiro de 2016

O vídeo horripilante da ASAE que mostra baratas e ratos em restaurantes está a enojar os portugueses, mas não o Governo. Ao que o IP apurou, António Costa só quer saber se as baratas e os ratos, por serem alimentos sólidos, são vendidos com o IVA a 13%, enquanto a urina dos ratos, por ser líquida e portanto um luxo, é vendida com IVA a 23%. Desde que estas condições sejam satisfeitas, o Governo está descansado. Já a ARESP anunciou que as baratas e ratos nos restaurantes permitem-lhes criar postos de trabalho, nomeadamente de desinfestadores.

Tópicos

Últimas

Do arquivo