Mário Centeno candidato ao Nobel da Paz por ter escrito um Orçamento de Estado com realismo mágico igual ao do Gabriel García Márquez

Vítor Elias 29 de Janeiro de 2016

As agências de rating, a Comissão Europeia e a agora o Conselho das Finanças Públicas não têm dúvidas: está encontrado o novo mestre do realismo mágico. Segundo estas instituições, o Orçamento de Estado de Mário Centeno é uma obra-prima de magia, com crescimento económico que nasce de borboletas e exportações que nascem de mangais. Centeno já é candidato ao Nobel da Economia e a aparecer nos escaparates de todos os hipermercados.

Tópicos

Últimas

Do arquivo