‘Correio da Manhã’ descobre que terroristas viviam todos no apartamento de José Sócrates em Paris

Vítor Elias 18 de Novembro de 2015

O “Correio da Manhã” está atento aos acontecimentos de Paris e vai adiantar na edição de amanhã que os terroristas responsáveis pelos atentados de Paris faziam parte de uma célula-adormecida que pernoitava no nº 16 do Quartier Passy, apartamento pertencente a Carlos Santos Silva e emprestado a José Sócrates, o ex-primeiro-ministro que, ainda segundo o “CM”, terá radicalizado os jovens. O “CM” adianta ainda que os terroristas comunicavam, não através da PlayStation 4, mas através de computadores “Magalhães”. VE

Tópicos

Últimas

Do arquivo