Automóveis movidos a hidrogénio estão mais próximos e portanto CML proíbe a entrada na Baixa a automóveis movidos a oxigénio, carbono e azoto

Vítor Elias 8 de Abril de 2015

Cientistas norte-americanos produziram hidrogénio de forma rápida e barata, possibilitando assim que a produção massiva de automóveis movidos a hidrogénio esteja mais próxima, levando Fernando Medina a proibir a entreda na Baixa a todos os outros carros. “Não queremos no Chiado chaços movidos a oxigénio, carbono, hélio ou azoto, esses gases do antigamente”, explicou o novo presidente da CML. “Nos Restauradores e na Praça da Figueira só quero ver automóveis movidos a hidrogénio, a hidromel e a hidromassagens”. VE

Tópicos

Últimas

Do arquivo