Jean-Claude Juncker diz que Bacalhau à Brás do Jamie Oliver atentou à dignidade dos portugueses

Vítor Elias 20 de Fevereiro de 2015

Jean-Claude Juncker não se cansa de descobrir atentados à dignidade dos portugueses cometidos por estrangeiros e ontem mesmo pediu desculpas pelo Bacalhau à Brás intragável que o famoso chef Jamie Oliver cozinhou. “O inglês atentou à dignidade dos gregos quando fez um salada com parmesão em vez de feta e à dignidade dos portugueses quando fez um Bacalhau à Brás que parece um bitoque feito pelo Rui Machete”, explicou o presidente da Comissão Europeia. “Mil perdões aos portugueses por esse atentado à sua dignidade e pelos cozinhados do chef Olivier, que atentam à Humanidade como o Estado Islâmico”, concluiu. VE

Tópicos

Últimas

Do arquivo