Passos Coelho explica que os hospitais portugueses são dos que têm menos camas porque os portugueses deixaram de ser mandriões

Vítor Elias 5 de Fevereiro de 2015

Portugal é um dos países da UE e da OCDE com menos camas hospitalares por cada 1000 habitantes, algo que pode indignar o Bastonário da Ordem dos Médicos mas que enche Passos Coelho de orgulho. “Os portugueses tornaram-se empreendedores. Outros europeus ficam doentes e permanecem nas suas camas, com o pé engessado ao alto, a lamuriarem-se. Não os portugueses. Os portugueses ficam doentes, saltam da cama e vão criar uma start-up que produza medicamentos mais inovadores ou cadeiras-de-rodas movidas a urina. Esse é o espírito”, explicou Passos Coelho. “Para um povo tão empreendedor, até acho que existem camas a mais nos hospitais. Os portugueses não querem camas, querem é material de escritório”, garantiu. VE

Tópicos

Últimas

Do arquivo