Passos acusa notáveis de irrealismo e ameaça soltar-lhes os 101 dálmatas de Rangel às canelas

Mário Botequilha 11 de Março de 2014

O manifesto das 70 personalidades que pede a reestruturação da dívida não convence o primeiro-ministro, que continua a achar que a melhor forma de reduzir a dívida é esmifrar os pensionistas.

Esta manhã, Passos acusou os 70 subscritores do documento de serem irrealistas, convocou uma reunião de duendes apoiantes do governo e ameaçou “soltar os 101 dálmatas de que Paulo Rangel gosta tanto às canelas e glúteos dessas nove dezenas de pessoas o que dá, pelas minhas contas, cerca de meia centena deles, ou seja, aí à volta de 800 pessoas, o que dá 4,8 dálmatas por nádega. São estas as contas do governo, com o rigor habitual”, disse o primeiro. MB

Tópicos

Últimas

Do arquivo