Pires de Lima considera que 2013 foi ‘um ano bipolar’ e deseja que 2014 seja completamente esquizofrénico

Vítor Elias 30 de Dezembro de 2013

O ministro da Economia, Pires de Lima, considera que “2013 foi um ano bipolar”, porque aos eufóricos sinais da retoma se contrapunha a crispação política.

Para 2014, pelo contrário, Pires de Lima deseja um ano “completamente esquizofrénico” em que “aos fantásticos sintomas de crescimento económico imparável celebrado como se estivéssemos em Manchester nos anos 80 se junte a paz política entre o Passos Coelho, o António José Seguro, e ainda o Che Guevara e o Churchill, cujas vozes, espero, possamos todos ouvir nas nossas cabeças”, explicou. Já Mário Soares considera que 2013 foi “um ano maníaco-depressivo” . VE

Tópicos

Últimas

Do arquivo