Portugal desata a crescer assim que os políticos vão de férias

Vítor Elias 15 de Agosto de 2013

É oficial: o que Portugal precisa é que os políticos desamparem a loja.

Assim que os políticos rumaram ao Algarve para se bronzearem, Portugal desatou a crescer entre 0,3% a 0,6%, o que não acontecia desde 1998, durante as férias de António Guterres. Apenas António José Seguro permanece por aí em campanha eleitoral activa, impedindo as exportações de crescerem mais 50% em Agosto. Segundo o INE, se todos os candidatos a autarcas fossem banidos pelos tribunais, Portugal teria um PIB semelhante ao do Luxemburgo. VE

Tópicos

Últimas

Do arquivo