Portugal recua e aceita fosfatos no bacalhau e swaps nas Finanças

Vítor Elias 4 de Julho de 2013

Numa reviravolta inesperada, a União Europeia deu luz verde à utilização de fosfatos na salga do bacalhau com o voto favorável de Portugal.

Ao que o IP apurou, o país está tão desesperado e descontrolado que aceita tudo o que Bruxelas lhe enfiar pelas goelas abaixo, seja lixívia no bacalhau ou as swaps de Maria Luís Albuquerque nas Finanças. “Como isso”, explicou Paulo Portas. “Afinal, a Maria Luís Albuquerque nas Finanças não passa de uma espécie de óleo de fígado de bacalhau aditivado com taninos”. VE  

Tópicos

Últimas

Do arquivo