Relvas instruiu polícia para invadir Fundação Mário Soares amanhã e ‘partir aquilo ao velho’

Mário Botequilha 26 de Novembro de 2012

Caso a manifestação convocada para amanhã descambe, o comando da PSP tem luz verde do ministro Relvas para executar a “Operação Luisão”, ou seja, entrar sem querer na Fundação Mário Soares, localizada em frente ao parlamento, e “escaqueirar uns computadores e quadros e bustos mamalhudos da república e porcarias assim que o velho lá tenha” (página 7 do memorando da “Operação Luisão” a que o INIMIGO e Marques Mendes tiveram acesso).

Caso seja necessário, “o Aguiar garante o desembarque em S. Bento de uma companhia de fuzileiros para disparar inadvertidamente sobre os pescadores desportivos presentes” (página 11, op. cit.). MB

SIGA-NOS NO FACEBOOK


Sexta-feira acompanhe a versão impressa do Inimigo Público com o jornal Público.

Tópicos

Últimas

Do arquivo